A hipnose na história da psicanálise

Antes de criar a psicanálise, Freud sofreu grande influência dos trabalhos de Charcot e do seu amigo médico Breuer. Charcot propôs uma teoria para a histeria, a partir de estudos científicos sobre a hipnose, onde reconhecia a legitimidade dos sintomas orgânicos de suas pacientes como fenômenos psíquicos.

Breuer utilizou a hipnose em suas pacientes histéricas e fez uma descoberta, que influenciou a teoria do inconsciente posteriormente criada por Freud. Breuer observou uma melhora significativa em suas pacientes após narrarem e reviverem, sob hipnose, cenas traumáticas de sua vida.

Breuer constatou que esse processo catártico, correspondia a uma liberação da energia psíquica reprimida, que levava a paciente a tomar conhecimento de sua realidade interna. Breuer utilizava a técnica de hipnose por sugestão, que também fora utilizada por Freud.

Posteriormente Freud deixou de adotar a hipnose em suas sessões e passou a utilizar a associação livre, onde o paciente fala livremente sobre seus pensamentos e sentimentos a medida que lhes vem à cabeça.

Para Freud a associação livre, permite ao paciente acessar conteúdos inconscientes sem precisar da hipnose para tal.

Na psicanálise contemporânea, a associação livre é utilizada como base do tratamento psicanalítico. Através da escuta atenta do paciente, o analista contribui para que o conteúdo reprimido seja aflorado.

O paciente tem a possibilidade de simbolizar e ressignificar seus conflitos internos, libertando-se de seus sintomas que causavam sofrimento.

A regressão como método terapêutico e a psicanálise

A regressão, em psicanalise, nos remete mais a um retorno a um estado infantil do que uma forma de atuação terapêutica.

Quando falamos em regressão como forma de tratamento terapêutico, falamos de uma certa indução a estados de memória.

A regressão como método terapêutico utiliza técnicas de relaxamento e a hipnose. O objetivo é levar o paciente a recordar fatos de sua infância, e até mesmo, vivências anteriores ao nascimento.

Esse método terapêutico, embora não possa ser definido como uma técnica da psicanálise, atua de forma semelhante aos primeiros trabalhos de Breuer e Freud, utilizando a hipnose e a sugestão como ferramentas.

A diferença é que Freud e Breuer, trabalhavam com a recordação de fatos ocorridos na infância, enquanto a regressão propõe um período de abrangência das recordações ainda maior, podendo até mesmo chegar a vidas passadas.

Ambos tratamentos, o psicanalítico e o de regressão e hipnose visam o alivio dos sintomas, promovendo ao paciente uma possibilidade de reconstrução de sua história.

Escolher qual método utilizar, e qual profissional buscar, vai depender do paciente

QUER SER UM PSICANALISTA? 

Venha fazer um curso de Psicanalise conosco!

Av. Américo Buaiz, 501 - Enseada do Suá, Vitória - ES, 29.050-911

  • Instagram ícone social
  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon